Comportamento Dia a dia Mamãe e Bebê

Seu bebê recém-nascido não dorme? Veja 6 razões pelas quais isso pode acontecer!

bebê não dorme

Chegar com um bebê em casa é um desafio enorme e incrível para a maioria das famílias, especialmente para as mães de primeira viagem. A amamentação está se consolidando e geralmente acontece por livre demanda, o bebê não consegue manter uma rotina, o sono é inconstante e é difícil ver o bebê chorar e não saber a razão.

A maioria dos recém-nascidos dorme de 16 a 18 horas por dia, mas e quando isso não acontece? O bebê passa horas acordado, chora muito e a mãe não consegue achar um motivo. Nosso post de hoje é para ajudar estas famílias, já que o bebê precisa dormir bastante nessa fase para ajudar no seu desenvolvimento.

1 – Seu bebê não dorme porque pode estar com fome

Seu bebê pode sentir fome. Lembre que intervalos maiores entre as mamadas são mais frequentes a partir dos 3 ou 4 meses. Nos primeiros, o bebê está se adaptando e não consegue mamar muito por ter um estômago pequeno. Portanto, pode precisar de alimento com mais frequência.

Alguns mamam de hora em hora e acredite, isso pode ser fome! Com o passar dos meses, ocorre o amadurecimento do leite e do bebê, e a frequência tende a diminuir, fixando um intervalo de 2 horas e meia a 4 horas por mamada a partir dos 4 meses.

2 – Seu bebê pode estar cansado

Recém-nascidos precisam descansar. Geralmente só ficam acordados para mamar e para a higiene. Tomar um banho e mamar são atividades bastante cansativas para eles. Portanto, o descanso deve ser sempre estimulado. Evite deixar o bebê mais do que uma hora acordado pois ele pode “passar do ponto”. E o excesso de cansaço vai aumentar o choro e prejudicar o sono.

3 – Seu filho pode estar muito estimulado

Mesmo ficando acordadas por pouco tempo, algumas crianças podem ficar saturadas com estímulos. Cuidado com as visitas (passar a criança de colo em colo) e com atividades muito agitadas (caretas, barulhos, luzes fortes). Nesta fase, a criança pode ficar bem irritada com o excesso de estímulos.

4 – Seu bebê tem algum desconforto

Se a criança não para de chorar, verifique tudo. Fralda, calor, frio, algo na roupa que possa incomodar, veja se ele se contorce, se tem alguma dor aparente, se fica vermelho, se faz caretas… Enfim, tente interpretar o que possivelmente não está deixando seu bebê dormir.

5 – O reflexo de moro está muito forte

Isso é percebido quando o bebê está quase dormindo e de repente ele tem um espasmo que o desperta e ele começa a chorar. Muito frustrante principalmente se os pais demoraram para fazer o bebê entrar no sono. O uso de um cueiro pode ajudar muito nestes casos. O cueiro pode ser usado até que o bebê comece a rolar, e até lá, o reflexo de moro certamente estará mais ameno.

6 – Seu bebê precisa de toque

Recém-nascidos estão em fase de adaptação fora do útero. É uma fase muito difícil para eles, então muitas vezes seu filho precisará sim dormir no colo, sendo aconchegado e recebendo carinho. Bebês tão pequenos não fazem manha, não criam associações, eles simplesmente precisam de muita ajuda. Não são muitas vezes capazes de manter o sono fora do colinho e do aconchego dos pais. O difícil é passar o dia e a noite com o bebê no colo, mas algumas vezes por dia, aproveite e curta esse momento.

É normal que bebês tão pequenos façam sonecas curtas (de 30 a 40 minutos) e que durmam diversas vezes ao dia. Não se preocupe se seu filho não faz 2 ou 3 horas de sono. Isso é parte do desenvolvimento dele e varia demais de bebê para bebê. O importante é observar o desenvolvimento, ganho de peso e as habilidades que ele vai desenvolvendo com o passar dos dias.

Você também pode gostar destes posts

Read More