Assaduras

Só de lembrar o período de assadura que tivemos, me dá arrepio! A Clari com 4 meses teve assadura severa, que não curava por nada! E acredite, tentei muitas coisas. Vai a lista: amido de milho, óleo de canola, óleo Dersani, secar bem o bumbum antes da pomada, usar “mil” marcas de fraldas, usar fralda de pano, lavar o bumbum toda vez que trocar fralda, trocar fralda de 1 em 1 hora, dar banho com camomila. Pomadas então, nem se fala, usei pelo menos 10 marcas diferentes. O que resolveu? Vou te contar e você não vai acreditar!

Simplesmente, deixei sem fralda.

Sim! Eu dava banho e deixava a Clari sem fralda a noite toda. De manhã o resultado era: cobertas, lençol e bebê sujos. Fiz isso por cerca de duas semanas e as feridas foram secando e a pele sensibilizada foi se curando. De dia com fralda, trocava de meia em meia hora para não deixar úmido a área e usava a pomada a base de lanolina (isso mesmo, aquela pomada que se usa no seio, para rachadura).

Assaduras

Depois que a assadura se curou, não tivemos mais problemas. Mas, hoje já sei: ao primeiro sinal de vermelhidão é só dormir sem fralda que acorda tudo lindo no outro dia!

Hoje em dia existe um lençol de fralda que pode ser colocado em baixo do bebê e diminui a sujeira na cama. Achei ótimo também para usar na fase de desfralde.

E você, o que já fez para curar assaduras?

Você também pode gostar destes posts

Read More