Experiências Mamãe e Bebê Saúde

Bebê com Adenoide, nossa experiência.

Com três meses fizemos o primeiro tratamento de alergia na Clarice. O pediatra  foi enfático em nos dizer que não poderia diagnosticar rinite em um bebê de 3 meses, era muito cedo. Era necessário observar e tratar os sintomas e com somente 5 anos fazer teste alérgico para saber o que provoca alergia. Fizemos tratamento com antialérgico comum e inalação. Durante o tratamento a alergia desaparecia, mas logo após um tempo retornavam os sintomas. O que mais me incomodava era a boquinha sempre aberta e constante coriza.

Há várias causas para a respiração bucal. Por isso, é muito importante sempre observar a criança e procurar profissionais especializados. Um respirador bucal pode sofrer consequências a longo prazo como mudança da face,  mudança postural, comprometimento do sono, mal rendimento escolar, diminuição do crescimento, alterações odontológicas e problemas na fala.

Conversei com outros especialistas para descobrir a causa da boquinha aberta: um deles foi o osteopata e o mesmo me disse que a musculatura estava hipotônica (sem tônus) que era preciso massagear a musculatura abaixo do queixo para estimular ficar com a boca fechada. O pediatra me disse que era normal, que com o tempo a boquinha iria fechar. Somente a odontopediatra, quando a Clarice tinha 11 meses deu o alerta de respiração mista (pela boca e nariz) que era bom investigar.

A partir dos 10 meses a Clarice ficava frequentemente com episódios de coriza, rouquidão e espirros. Para nós eram episódios de resfriados, já que moramos em uma cidade que o clima muda constantemente. Curitiba é conhecida por fazer as 4 estações em um único dia.

Procuramos um otorrinolaringologista para investigar a boquinha aberta e  a causa de tantos resfriados seguidos. Foi então que recebemos o laudo de que não eram resfriados e sim crises de rinite e suspeita de adenoide, que se confirmou com exame de raio x. Atualmente, a adenoide compromete cerca de 50% da passagem de ar nasal.

A adenoide, é um tecido que todos nós temos popularmente conhecida como carne esponjosa. Se localiza acima do céu da boca e serve para proteger o organismo, faz parte do sistema imunológico e produz anticorpos. Quando as adenoides inflamam, elas crescem e acabam obstruindo a passagem de ar que entra pelo nariz. Por isso, uma criança com adenoide inflamada respira pela boca.

Em alguns casos severos em que acontecem constantes  episódios de dores de ouvido, inflamação da garganta ou obstrução nasal grave recomenda-se a cirurgia para retirada. No entanto, em outros casos é recomendado o tratamento. Conforme o médico me explicou até os 4 anos a tendência é que diminua  o tamanho da adenoide. Mas, é necessário acompanhamento e tratamento da rinite para evitar crescimento.

Há grandes chances de melhora em 60 dias com o tratamento correto. O médico se mostrou otimista em acabar com as crises de rinite e na regressão do tamanho da adenoide.

Iniciamos o tratamento da rinite e vamos aguardar  a Clarice  respirar melhor   sem precisar ficar com a boquinha aberta. Vamos fazer acompanhamento constante e observar.

Se você desconfia que seu filho também respira pela boca, procure um otorrinolaringologista e faça exames. De forma alguma, medique por conta própria. Espero que a nossa experiência possa te ajudar. Acompanhe o blog que irei postar novidades sobre o tratamento.

rinite

Você também pode gostar destes posts

Read More