criando filhos

Hoje em dia vigora que para criarmos bem nossos filhos precisamos dar o que se existe de melhor. Ninguém quer perder nessa corrida de ter filhos inteligentes, eficientes, com dons extraordinários e que possam consumir desenfreadamente. É um negócio de procurar desde melhor maternidade, melhor procedimento, melhor obstetra, melhor doula, melhor forma de se alimentar, melhor roupa, melhor  religião,  sempre o melhor, melhor e melhor.

Hoje há manual para tudo, e simplesmente ou se faz o melhor ou você não está sendo boa o bastante para seu filho. Vamos parar de competir, vamos sair dessa corrida para sermos os melhores em tudo. Vamos criar nossos filhos para ser felizes, realizados e plenos. Isso não significa fazer ou ter o que se há de melhor por aí.

Nós complicamos demais coisas que são simples. Qualquer pai, mãe ou cuidador que seja responsável e comprometido com a educação e formação de uma criança, fará o seu melhor. E isso não significa fazer aquela aula de mandarim porque será a nova tendência,  ter aquela determinada roupa, ou aquele brinquedo que conta, fala e dança.

Significa estarmos comprometidos com a formação do individuo, na formação de uma criança feliz, equilibrada e saudável. Muitas vezes, vejo famílias onde os pais se preocupam tanto em dar o melhor e fazer sempre o melhor que parecem perdidos na criação dos filhos, seguindo manuais. Fazem o que o fulano acha certo, mas não fazem aquilo que para eles e para a criança é o melhor.

Cada família tem seu ponto de equilíbrio e é preciso encontrar sem receitas prontas, pois o mundo mudou muito. Educar como antigamente não funciona mais, é preciso rever os valores atuais e ensinar o que realmente vale a pena de forma simples, sem complicações.

  • Quer saber como montar um painel de atividades inspirado na pedagogia Montessori? Clique aqui

O mais importante é dedicar tempo de qualidade para nossos filhos, criar sem neuras e se comprometer com a felicidade da família toda. Fazer algo que parece que esquecemos, observar a criança e realmente, dar o que ela precisa: atenção, empatia, limites e principalmente amor.

criando filhos

 

 

Você também pode gostar destes posts

Read More