Aprendizado Atividades Educação Livros

Devemos ler para bebês? Vem ver 9 Dicas de livros

A leitura pode ser apresentada aos nossos bebês desde o ventre. A partir da 20 semana de gestação o bebê já está apto a ouvir sons. Quando lemos algo para nossos bebês, eles estão ouvindo nossa entonação de voz e sentindo nossa emoção. Há estudos que comprovam que mesmo na vida intrauterina os bebês conseguem perceber emoções nas palavras.

Ler para os bebês desde os primeiros dias em casa com a voz cadenciada, com melodia e a entonação suave acalma o bebê, o conforta e relembra a vida uterina quando já ouvia a voz da mãe. Para o recém nascido, podemos fazer leituras de historias, sempre usando expressão fácil, entonação de voz e ate movimentos. Aos poucos, vá mostrando imagens, ensinando a folhear e manusear os livros. Utilize diferentes materiais livros de tecido, plástico, de papel, de folha mais rígida ou pano.

A intenção da leitura para bebes não é antecipar a alfabetização, conhecimentos ou deixar mais inteligente, mas sim apresentar o livro e suas possibilidades. A principal intenção é apresentar o mundo pela palavra escrita, uma forma diferente de se comunicar.

Oferecemos experiências leitoras, com diferentes formas leituras, texturas, sons, materiais. O bebê começa a experiência leitora mordendo, babando, trocando livros. A experiência leitora é diferente para cada idade. Criamos uma intimidade, uma experiência afetiva. Damos significados. Universo de representação.

Devemos ler porque é bom, porque estreita laços e cria conexão entre a criança e o leitor.

Entre o segundo e o quarto mês, já podemos mostrar imagens. Dê preferência por imagens grandes, simples e de cores primárias, que são mais fáceis para serem distinguidas. Assim que o bebê começar a segurar objetos, use também livros de tecido, rígidos, emborrachados e impermeáveis, fáceis de manusear. Separe um momento do dia para ler historias e seu bebê se acostumará rapidamente.

Quando o bebê estiver maior, entre 7 e 9 meses, começará a prestar mais atenção na história e nas imagens. Aqui em casa tento utilizar livros com formato mais durinho, para facilitar virar as páginas e não ser rasgado por essas mãozinhas que agarram tudo. Tenho preferência por livros com imagens mais simples, sem muita informação e o mais próximo do real. Utilizo livros de fantasia e livros que contam sobre o dia a dia real do bebê. Temos também livros com sons e música.

O tempo de atenção do bebê é de apenas alguns minutos, por isso mantenha o tom de voz estimulante e as histórias curtas, com mudança de páginas e imagens interessantes. As primeiras vezes, ao contar uma história, pode ser frustrante, mas lembre que a leitura é um hábito que exige desenvolvimento, não se nasce amando ler e ouvir histórias. Se o bebê demonstrar desinteresse, não force. Lembre que a leitura é para ser prazerosa. Separe todos os dias um momento para contar histórias e aos poucos verá como ele irá gostar.

Que tal criar um cantinho da leitura? Poderá fazer um ambiente com almofadas, aconchegante e com fácil acesso aos livros onde poderá fazer leituras e a criança se apropriar desse espaço como sendo para explorar livros.

Quer algumas dicas de livros para bebês? Vem ver o vídeo no nosso canal com 9 dicas de livros.

 

Um beijo aqui de casa,

Nat

 

Você também pode gostar destes posts

Read More