Comportamento Educação Experiências Fases Mamãe e Bebê

Dicas de como os pais podem auxiliar a criança tímida

criança timida

crianças timidasHoje temos  contribuição especial da nossa parceira a Psicologa Brenda Favretto. A timidez em excesso pode  se tornar um problema para as crianças. Segue no texto algumas dicas para ajudar as crianças a se sentirem mais seguras e confortáveis em contato com pessoas diferentes e novos ambientes.

A timidez pode ser uma característica do seu filho e não precisamos mudar isso, de forma alguma. Faz parte da personalidade dele. Somente precisamos auxiliar caso, esteja se tornando um problema e a timidez seja uma barreira para construir vínculos e enfrentar situações.

Diversos pais percebem que seus filhos são mais reservados e se preocupam com isso. Porém, cada pessoa tem o seu próprio modo de ser e não precisa se encaixar em nenhum padrão de comportamento. No entanto, a timidez excessiva dificulta que uma criança se desenvolva plenamente e diminui a possibilidade de que ela cresça um adulto confiante e seguro.

De acordo com Bueno (2009), a timidez pode ser percebida muito cedo, desde os primeiros meses de vida, na fase dos cinco ou seis meses esta em que a criança começa a reconhecer as pessoas e pode estranhar quem não conhece, ficando mais retraída, ou o início na escola, tendem a ser crianças tímidas (BUENO, 2009, p. 02).

Porém, se os pais perceberem que esta timidez está causando algum tipo de sofrimento à criança é preciso conversar com ela, incentivando-a a falar sobre seus sentimentos, medos e inseguranças. Muitas vezes, a criança acha que algo pode estar errado com ela, simplesmente por se sentir diferente de um amigo mais extrovertido, ou de um irmão mais popular.

A Psicóloga Tamara Maia, postou recentemente em uma das suas redes sociais, algumas dicas de como os pais podem auxiliar a criança tímida:

  • Amplie o diálogo em casa: Incentive a criança a opinar, a falar sobre os seus sentimentos.
  • Proporcione o contato com outras crianças, seja passeando em locais públicos ou em atividades extras. Nesses locais não force situações, como por exemplo, insistindo para a criança fazer amizade.
  • Não faça comparações e não crie um rótulo. Chamar a criança de tímida para os outros não irá facilitar o processo.
  • Elogie os avanços da criança, inclusive os pequenos. Tenha paciência pois cada um tem o seu próprio ritmo.

Entretanto, se você perceber que esses procedimentos não estiverem surtindo efeito, não demore em procurar a ajuda de um profissional que possa te ajudar: pediatra, psicólogo, psiquiatra infantil ou neuropediatra.

REFERÊNCIAS

BUENO, C. Como os pais podem ajudar crianças e adolescentes tímidos. UOL, Ciência e Saúde, 2009. Disponível em: < https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2009/11/28/como-os-pais-podem-ajudar-criancas-e-adolescentes-muito-timidos.htm>. Acesso em: 20 de maio de 2017.

Você também pode gostar destes posts

Read More