exterogestação

Sim, estrias!

Quando engravidei, o pavor era de estria na barriga. E adivinha? Foi exatamente o que me aconteceu. Eu ganhei muito peso em um curto espaço de tempo e as estrias vieram junto. Além disso, há de se contar o fator genético. Minha mãe teve muita estria na gravidez.

Apesar de usar muito creme, óleo e beber muita água, não pude evitar que elas surgissem.
O melhor para evitar (as danadas) estrias é usar cremes potentes, ingerir muita água e o ganho de peso ser controlado. Hoje em dia há tratamentos estéticos para estrias, ainda não fiz porque sinceramente, por enquanto elas não me incomodam, pois foram poucas que acabaram surgindo nas últimas 3 semanas de gravidez.

Estrias na Gravidez

No início da gravidez enjoava muito e qualquer perfume me fazia vomitar. Depois dos 3 primeiros meses fiquei sensível a qualquer odor e alguns eu não podia nem imaginar que me davam ânsia. Então, optei por cremes sem cheiro. Usei durante a gravidez o Luciara, sem cheiro, bem consistente e fácil de sair das mãos. Tentei usar o mustela, mas o cheiro é fortíssimo! Mães sensíveis não gastem o dinheiro comprando, impossível de usar. O cheiro impregna na roupa, em você e mesmo depois do banho ele permanece. Pensem no meu desespero quando passei a primeira vez.

Além do Luciara, eu usava o creme da marca Umiditá e o óleo de amêndoas. Por ter usado muito creme e óleo, as estrias que saíram foram poucas, acredito que amenizou o estrago na barriga.

E vocês, mamães? Tiveram estrias?

Você também pode gostar destes posts

Read More